<$BlogRSDUrl$>

Links
Academia 11
Academia de Letras
ACMC
Agenda
Agenda 2
Astro
Aventura 100
Balade
Banner
Biblioteca
Blog Poemas
Blue Book

Brasil Poesias
Brazilian Culture
Brazilian Literature
Brésil Poétique
Channel 202
Charm Poem
Charme
City Links
Connecting BR
Crônicas
Culture
Cultura Virtual
Denilson Arruda

Ebook Wander
Elos Clube hpg
Elos MG
Elos Clube M. Claros
Emociones
Espiritismo Online
Folclore
Folclore Brasil
Forest 133
Fortune
Fundacao Marina
Fundação Rotária
Gold Democracy
História de M. Claros
História M. Claros
Horizon 51
House Tree
IHGMC
IHGMG

Wanderlino Crônicas
Wander Poesias
Wanderlino Website
Ebooks
Island 111
Links Espíritas
Links Espíritas hpg

Literature
Litoral Sol
Logos Brasil
Love
Love Ideas

Love Poems

Messages

Mensagens
Mensagens Espíritas
Mensagens p/ Lembrar
Montes Claros HPG
Montes Claros
Montes Claros Geosite
Montes Claros MG
Montes Claros Net
Multiply
Pensamento 11
Planalto Brasil
Poemas

Poemas blogs
Poema Virtual
Poetry Poem
Poesia Brasileira
Poetry
Portal Dois
Portal Dois 1
Predicado
Predicado 1
Prefácios

Promenade 33
Rotary 4760 hpg
Rotary Club
Rotary Norte
Skymaster 100
Soneto Música
Tempo Brasil
Tempo Virtual
Tempo Virtual 1
Tripod

Tropical Amazon
Wanderlino
Wanderlino.com
Wanderlino.hpg
Wanderlino.net
Wanderlino Crônicas
Wander - Poesias
Wanderlino - Terra
Wander Crônicas
Wander -
H
Wander - Humor
Wander Idéias
Wander Mensagens
Wander One
Wander Poesias
Wanderlino - Blo
g

 Livro de Visitas

Archives

Maio 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

 

sábado, maio 28, 2005

CIRCO, MUNDO DE FANTASIAS 

Wanderlino Arruda


Há pouco tempo, em Mirabela,

fui a um circo pobrezinho,
lona quase caindo aos pedaços,
um chão poeirento de fazer dó,
arquibancadas mais velhas que o vendedor de ingresso.

A trapezista e o equilibrista, coitados,
a gente não sabia se admirava ou tinha pena...
Parecia até a história do circo do Adauto Freire,
estória de um circo que acabou em Bocaiúva,
que ele contava com muita graça !

O circo, um acontecimento adorável,

quanta saudade renova na gente!
O que estava, em Mirabela, também era um circo!
Era um circo… E tinha palhaço!

E um palhaço, velho ou novo,
mesmo descalço como o daquele pobre circo,
em maravilhosos trejeitos,
representa um mundo de fantasias,

é acridoce poesia de sofrimento,
redesenho e halo de ilusão…
Um palhaço, sabendo ganhar

e com esportiva sabendo perder,
é o que mais representa o circo,

um pouco de tudo que deveríamos ser,
para nunca deixarmos de ser felizes...

ENTRE A TERRA E O CÉU 

Wanderlino Arruda


Entre a terra e o céu,
gosto de quase tudo:
das flores, da brisa, da luz,
principalmente de um verde-floresta
ou de um barulhinho de aguas
em tempo-descanso.

Gosto de tudo que ainda é criança
em albores do amanhecer,
sem vícios, sem manchas,
luzindo promessas de amor.

Mas, acima de tudo,
de mais do que tudo,
é de ti, minha querida,
o meu gostar,
o meu viver!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?